DSC_0345

Finalmente, chegamos ao Vale Nevado! #neve

Fomos ao Vale Nevado em uma terça-feira, mas compramos o ingresso logo no primeiro dia, embaixo do funicular do Cerro San Cristobal, em um quiosque da Turistik, uma empresa muito conhecida em Santiago. Claro que não é das mais baratas, pelo contrário, é uma das mais caras, mas é também aquela empresa superconfiável que tem os guias mais legais, os melhores ônibus e que, se der pepino, você será reembolsado (#exatamenteoqueaconteceucomagente).

Compramos um ingresso para Farellones – um dos parques de ski -, para praticarmos o skibunda e fazermos uma visita ao Vale Nevado. Com isso, gastamos nossos humildes 39.000 PC cada um e esperamos ansiosamente por aquele dia. Optamos por não esquiar, pois gastaríamos MUITO MAIS com equipamentos, e como tínhamos ainda uma longa viagem pela frente, precisávamos economizar.

Paramos antes de começar a subida da montanha em uma loja brasileira de aluguel de equipamentos. Mesmo sem esquiar, não estávamos preparados o suficiente para o frio que estava lá em cima, portanto, teríamos de alugar algumas coisinhas. Pelo que pude ver, mesmo que se for para usar uma vez na vida, vale a pena comprar um casaco de neve ou pegar emprestado de alguém que você conhece, pois eles metem a faca mesmo. O aluguel das luvas, por exemplo, era 8.000 PC, muito caro, na boa! Também nos disseram que compensava ter comprado no centro de Santiago, que era mais barato!

O bom é ter roupas impermeáveis, quentinhas por dentro, luvas que realmente protejam as suas mãos e sapatos também impermeáveis e quentinhos! Nós sofremos. Mesmo com os nossos sapatos resistentes, passamos bastante frio!

Chegamos e já enfrentamos uma nevasca. Olhem só:

 

DSC_0345

 

Deu até pra fazer anjinho na neve!

 

DSC_0356

 

Quando chegamos a Farellones a nevasca só aumentou e, infelizmente, nosso skibunda foi cancelado #chateada. A neve era tanta que não enxergávamos muita coisa. Olhem o fundo dessa foto:

 

DSC07441

 

Fomos para o Vale Nevado. Ouvimos que aquela era a pior nevasca em 50 anos e que o parque não fechava desde então. Ô sorte grande, não é mesmo? #sóacontececomagente

No Vale Nevado comemos batata frita, e é bom preparar o bolso, pois as coisas são bem carinhas. Também não andamos de teleférico, pois não iríamos ter uma boa vista lá de cima por causa da neve. =(

Apesar disso tudo, o passeio foi bem legal e rendeu fotos bacanas. Ah! E como nosso skibunda foi cancelado, a Turistik nos devolveu o valor do ingresso: 13.000 PC de cada um, totalizando 26.000 PC.

Essa foi a nossa aventura! Espero em uma próxima vez poder fazer mais coisas.

 

DSC_0441

 

Até a próxima,

Dai Bugatti.