DSC_0179(1)

HEEYY, springers!

No meu último post dei uma viajada legal, disse que o Salar de Tara era o último dia de passeio pelo Deserto do Atacama, mas na verdade não era. #fail

Me esqueci completamente do último (e muito sofrido!) passeio: Gêiseres Del Tatio. De antemão posso adiantar: preparem-se para o frio. Este é, com certeza, o passeio mais sofrido de todos.

Saímos antes mesmo de o sol nascer, por volta das 4h30 da manhã, pois o momento em que podemos visualizar melhor a fumaça dos Gêiseres é quando o sol está nascendo, que também é o momento mais frio do dia. Eu quase congelei! Luva não vencia, touca não vencia, a roupa não vencia e o sapato menos ainda. #frozen

Se não me engano, nesse momento pegamos -10ºC, mas com a sensação térmica bem mais baixa. Tivemos de tirar fotos correndo e nos esconder dentro da van, pois nossos dedos estavam começando a ficar roxos.

Sei que é clichê, mas é outro passeio que vale a pena. É incrível o que a mãe natureza pode nos proporcionar. A primeira vista é de arrepiar – e olha que foi de longe!

 

DSC_0085

 

Depois nos aproximamos mais, sempre tomando cuidado. Os guias deixam bem claro o perigo dos gêiseres. A água fica em uma temperatura altíssima e pode causar queimaduras graves. Algumas pessoas já morreram se arriscando perto demais dos buracos #tenso.

 

DSC_0097

 

DSC_0105

 

Logo após os gêiseres, fomos para uma lagoa com águas termais. Infelizmente eu havia esquecido o biquíni, então só pude molhar os pezinhos.

 

DSC_0138

 

Mas a galera aproveitou!

 

DSC_0118

 

Na volta, passamos por um vilarejo em que se pode comer carne de lhama – e é claro que nós experimentamos! Acho que gostamos rs, mas eu não conseguia parar de pensar nas lhaminhas fofas. =(

 

DSC_0179(1)

 

E para completar, encontramos mais um sorro e conseguimos tirar uma foto no momento certo!

 

DSC_0160

 

DSC_0177(1)

 

Assim nos despedimos do Atacama, springers…

Até a próxima!

Dai Bugatti