intercambio_viagem

Springers, fiquei tão feliz com a repercussão do meu primeiro post sobre intercâmbio que me empolguei para escrever mais. Percebi que vocês gostam muito sobre o tema e têm várias dúvidas relacionadas a ele, então por que não usar a minha pequena experiência para ajudar vocês, né? Como no post anterior dei dicas para quem quer fazer intercâmbio, mas não sabe por onde começar, hoje resolvi falar das maiores ciladas que passei – e olha que não foram poucas. Algumas coisas foram mais chatas do que outras, mas se eu tivesse me ligado antes talvez não tivesse passado por elas.

 

Cilada 1 – Deixei meu visto para última hora

Jamais faça isso, a não ser que você tenha um coração de aço e saiba lidar com fortes emoções. Planejei a minha viagem com um ano de antecedência, porém, fui cuidar da parte mais importante nos últimos dois meses. Erro? SIM! Fui ao consulado tirar o meu visto de estudante e tudo correu bem, a minha entrevista rolou um mês antes da minha partida. Achei que estava ok, né? Ainda teria esse mês todo para que ele chegasse à minha casa. Migas, que erro! Deu o dia da viagem e cadê meu passaporte? Ele não havia chego. Eu e minha mãe ligamos para todas as agências do correio para saber onde estava, até que descobrimos que estava em uma cidade perto de casa. No dia da minha viagem, eu embarcaria às 22h, era 14h, e estávamos batendo na porta do correio, sendo que nem tinha terminado de arrumar as malas. No final (depois de derramar um oceano de lágrimas) deu certo, mas se não desse não sei o que faria. Foi um relaxo da minha parte, portanto, assim que fechar a viagem já veja isso, ok? Sem contar que você vai deixar uma grana na documentação, então é bacana fazer com antecedência pra não ficar no vermelho,

 

Cilada 2 – Demorei muito para comprar a passagem

Já estava na pindaíba pagando as parcelas do intercâmbio, então pra ficar mais tranquilo resolvi comprar a passagem perto da viagem. Outro erro, meu povo! Demorei tanto que na hora de comprar, os preços foram parar nas alturas! Tive sorte e consegui pegar uma promoção, mas mesmo assim ainda ficou caro. Portanto, a minha dica é: se puderem comprem com o máximo de antecedência possível. O quanto antes comprar, mais barata a passagem será (isso se o dólar, euro, etc., permitir, né? rs).

 

Cilada 3- Escolhi um voo em uma sexta-feira

Ok, você deve estar se perguntando: o que tem de mal nisso, certo? Eu explico. Sou de São Paulo, e para chegar ao aeroporto em uma sexta-feira, às 19h, é preciso sair, pelo menos, umas 16h30, isso porque o trânsito é infernal e preciso praticamente atravessar a cidade. Mas o que fiz? Sai às 17h30 e peguei o maior trânsito. Se já não bastasse sofrer o dia inteiro na busca pelo passaporte, ainda fui com o coração na mão com medo de chegar atrasada. Mas, ufa, outro obstáculo foi vencido com sucesso. Portanto, fique atenta ao trânsito e aos horários direitinho.

 

Cilada 4 – Não me informei sobre as regras da minha casa

Se você escolher ficar em casa de família, no primeiro dia a sua “mãe” explica o funcionamento da casa, a leva para dar um passeio, comprar o bilhete do transporte público para ir à escola e fala como é o sistema de refeições. Na minha casa tínhamos direito ao café da manhã e ao jantar, porém, quando ficássemos na rua até tarde (leia depois das 19h) tínhamos de avisar, pois ou a nossa mãe não separava a janta pra gente ou ela deixava em cima do micro-ondas para que esquentássemos na volta. Fofa, né? Mas só fomos descobrir que ela deixava a comida separada na última semana. Como não sabíamos o idioma direito, não entendemos esta parte #rialto, e por conta disso gastamos nosso precioso dólar com muitos jantares (já converti isso na minha mente em maquiagens, passeios…). Acontece, né? Mas se não quiser gastar tanto é melhor se informar.

 

Bom, essas foram as ciladas que me lembro agora. Sobre o que vocês gostariam de saber no próximo post? Pensei em dizer alguns lugares que você precisa conhecer se for para Los Angeles e dicas para o seu primeiro dia de aula. O que vocês acham? Comentem aqui embaixo que eu me programo para dar o máximo de dicas para vocês.

Beijos e até a próxima!