DSC_0823

Springers, estou de volta para falar sobre outra parada muito querida da viagem: Cusco!

Cusco é praticamente uma parada obrigatória para quem está a caminho de Machu Picchu, pois é uma das cidades mais próximas ao local e também a mais movimentada. Nossa estadia foi ótima, na verdade, chegamos a voltar da cidade inca e ficamos em Cusco por mais um dia e uma noite e não nos arrependemos.

Planejamos passar por Cusco e ir até Ollantaytambo para ver também os sítios arqueológicos, mas acabou que não tivemos tempo e os vimos apenas de longe #fail. Mas vou contar sobre a nossa estadia em Cusco, que foi excelente!

Cusco é uma cidade com uma atmosfera parecida com a de San Pedro de Atacama (apesar de San Pedro ter conquistado muito mais o meu coração e ter menos coisas rs), pois onde você olha tem turistas do mundo inteiro e você pode ouvir várias línguas o tempo todo.

Nós chegamos à cidade com um tempo superbom, muito sol e calor, e aproveitamos o primeiro dia superbem. Abaixo, vocês podem conferir uma fotinho da principal praça da cidade:

 

DSC_0644

 

Tomamos um café da manhã rápido, pois havíamos viajado a noite inteira desde Arequipa e estávamos bem cansados. Descansamos um pouco no hostel e depois fomos até a Inca Rail para pegar nossas passagens de trem (explicarei isso melhor no próximo post). Escolhemos um lugar aparentemente bom para almoçarmos e o que veio a seguir foi a melhor coisa do mundo. Uma comida simplesmente maravilhosa, gente! Juro, foi o melhor nhoque que já comi na vida, enquanto meu namorado escolheu alpaca para experimentar. Infelizmente comemos tão rápido que só nos lembramos de tirar foto da sobremesa, um bolo três leites maravilhoso.

 

DSC_0675

 

Do fim da tarde para noite, aproveitamos para conhecer um pouco a cidade, que estava bastante movimentada. Dizem que é sempre assim! Choveu, mas nada que nos atrapalhasse, foi coisa bem rápida!

 

DSC_0693

 

DSC_0713

 

DSC_0719

 

No dia seguinte, exploramos um pouco mais a cidade. Durante a subida do morro, a caminho do Cristo da cidade, pudemos parar em um “mirador”, palavra muito usada para denominar “mirante” e nos deparamos com esta vista:

 

DSC_0795

 

Em seguida, como estávamos segurando a grana, infelizmente não pagamos para conhecer a fortaleza de Sacsayhuaman, mas conferimos, pelo menos, a parte de trás enquanto seguíamos o caminho para o Cristo.

 

DSC_0823

 

Finalmente alcançamos nosso destino e vislumbramos a cidade de um dos pontos mais altos!

 

DSC_0840

 

Tudo bem que ele não chega nem perto do Cristo Redentor do Rio de Janeiro, mas foi uma ótima experiência!

E, para finalizar e relaxar um pouco após o stress corporal da subida, nada como um delicioso waffle com doce de leite, né?

 

IMG-20140818-WA0004

 

Até o próximo post em Águas Calientes, springers!

Dai Bugatti