Ela mandou um beijo para o recalque, mudou o nome artístico de Mc Beyoncé para Mc Ludmilla, está ainda mais gata e arrasando nas pistas, cheia de novis para os fãs. Confesso que quando pintou a oportunidade de entrevistar a girl disfarcei, mas dei pulinhos de alegria, afinal, já cantei muito “não olha pro lado quem tá passando é o bonde…”. Mc Ludmilla é diva e ao mesmo tempo gente como a gente (sério, uma fofa – vocês precisavam ouvir ela respondendo as perguntas)! Ela é tão querida e talentosa que caiu no gosto até dos famosos. Recentemente, a Lud (olha a íntima!) cantou no aniversário de 40 anos da Preta Gil, e ferveu na festa da atriz Bruna Marquezine (#euquero). Está bom para você? Então calma que ainda tem mais! A cantora está divulgando o single Hoje, e lançará o seu primeiro CD pela Warner Music no fim deste mês, com participações especiais de Belo e Buchecha. Alguém tem dúvidas de que vai ser sucesso? #not Vem conferir em primeira mão tudo o que ela está preparando – e fique ainda mais fã!

 

Ludmilla

 

Você começou fazendo vídeos em casa. De onde veio a ideia?

Comecei a fazer vídeo em casa porque eu gostava de cantar as músicas da Beyoncé. Eu cantava, batucava em baldes e gostava de gravar. Subia os vídeos na minha conta do YouTube, mas trancava. Ninguém via, só eu!

 

Você trancava por medo das pessoas não gostarem?

Sim, era por isso mesmo. Só uma vez que eu achei que tivesse trancado e deixei o vídeo aberto, aí um fã-clube da Beyoncé descobriu e todo mundo começou a compartilhar, porque tinha gostado. Até conheci um garoto que é presidente de um fã-clube dela que fazia encontros direto, o nome dele é Joe Knowles. Uma vez dei até uma entrevista para um jornal e ligaram para ele… Só que perdemos o contato porque era na época de Orkut, mas eles gostaram bastante quando me viram no YouTube.

 

Hoje em dia têm muitos jovens representando o funk. Qual a importância desses novos talentos?

Ah, eles são importantes porque ajudam a fortalecer o movimento. Todo talento é sempre bem-vindo!

 

Quem você curte dessa nova geração?

Dessa nova geração curto e tenho vários amigos também. Gosto do Nego do Borel, Mc Manerinho, Mc Max, Anitta, Mc Britney… Nossa, tem vários!

 

Recentemente você tocou no aniversário da atriz Bruna Marquezine. Como rolou esse convite? E como foi a festa?

Então, o convite rolou assim: encontrei a Preta Gil no Retiro dos Artistas, tiramos uma foto, e a Preta postou no Instagram dizendo que eu ia cantar na festa de 40 anos dela. Aí a Bruna comentou embaixo dizendo que me amava e que queria que eu fosse na festa dela também. Ela entrou em contato com o meu escritório e eu fui. Nós dançamos muito, nos acabamos, e ela adorou me conhecer. A Bruna dançou demais, e eu também… Fervemos!

 

Você vai lançar o seu CD agora em agosto. O que as garotas podem esperar?

Ah, elas podem esperar um CD bem legal. Acho que elas vão se identificar bastante! Não é puxando o meu saco, não, mas tá muito legal! E várias frases novas para Facebook, Twitter… Elas vão pegar os trechinhos e colocar lá: “fala de mim, pensa em mim 24 horas por dia”, “se contenta que é o poder da preta”… Muita coisa boa! Elas vão amar!

 

Vai rolar alguma participação?

Vai! Tem o Belo, o meu divo, e o Buchecha, que eu amo e é mestre.

 

Com quem você gostaria de cantar junto um dia?

Meu sonho de consumo era cantar com a Beyoncé. É difícil, mas não impossível, porque para Deus nada é impossível! E toda vez que eu falo algo assim, que é difícil, graças a Deus, estou conseguindo conquistar. Queria muito gravar com o Belo e consegui. Falei para ele que queria fazer um dueto, sem conhecê-lo pessoalmente, e ele nem sabia quem eu era! A banda, eu sempre quis ter também e agora consegui. Cara, é muita coisa!

 

Quando você percebeu que estava famosa?

Quando eu comecei a entrar nas redes sociais e tinha muita gente dizendo que era meu fã. Mas percebi mais quando fui ao shopping lá perto da minha casa, que eu sempre ia, em São João. Eu fui e não consegui ficar lá porque as pessoas queriam tirar fotos. Não consegui comer e acabei indo embora! Mas as pessoas foram se acostumando e, depois de um tempo, me deixavam comer. Mas, nossa, toda vez era aquela “fotoiada”, o que eu AMO!

 

Qual foi o momento mais marcante da sua carreira até agora?
Foi assinar o contrato com a gravadora e o lançamento do meu disco que está chegando, né?

 

Sua musa é a Beyoncé, mas tem alguma outra artista em quem você se inspira?
Tem… A Ciara e a Rihanna são duas referências muito fortes na minha carreira!

 

Se você conseguisse ficar frente a frente com a Beyoncé, o que faria?

Olha, o futuro é uma coisa imprevisível, mas com a Beyoncé eu não sei, acho que ia desmaiar, chorar, levantar, abraçar… Não sei, ia querer levar ela em uma mala [muitos risos].

 

Viu só? Eu disse que ela é diva! Se você curtiu e é fã ou se tornou um agora, comenta aqui embaixo dizendo o que achou da entrevista. Quem sabe a Mc Ludmilla não aparece no ST mais vezes?