becky-bloom

Oi, springers. Tudo bem?

Estou a algum tempo querendo escrever este post, mas estava tudo meio corrido, porém, eu finalmente consegui #todascomemoram. Bom, como vocês sabem, eu adoro a minha profissão (o jornalismo), e quando isso acontece, rola um pequeno problema: a gente acaba sempre falando disso, conhecendo pessoas da mesma área ou assistindo filmes totalmente focados na profissão. Comigo acontece os três!

Como vocês sabem, eu amo uma comédia romântica, e se tiver uma jornalista nela, então, melhor ainda. Pensando nisso, resolvi trazer aqui alguns filmes que adoro e que contam com protagonistas fortes, jornalistas, inspiradoras e engraçadas. Se liga!

O Diabo Veste Prada
Como se esquecer da diva absoluta do cinema: Miranda Priestly. No filme, ela é diretora de uma famosa revista de moda chamada Runway , e faz a sua estagiária Andy ralar bastante (leia-se: pedir coisas absurdas e tratá-la com grosseria) para conseguir ser reconhecida dentro da revista. É um clássico e ótimo para as meninas que querem trabalhar com jornalismo de moda. Não que isso aconteça real, mas dá uma dimensão – um pouco utópica, mas dá – de como funciona uma revista.

Uma Manhã Gloriosa
Assisti este filme faz uma semana e adorei! Ele conta a história de Becky Fuller, uma produtora de um programa matinal de TV, que acha que vai ser promovida, mas acaba sendo demitida do seu cargo e tem de lutar para conseguir outro trabalho. Até que ela consegue um em uma emissora quase falida e precisa levantar um programa que é um fracasso. É claro que a girl passa por poucas e boas, mas não desiste até chegar lá! Vale a pena assistir!

Delírios de Consumo de Becky Bloom
Consumistas de plantão: vocês precisam assistir a este filme. Uso ele como referência quase todos os dias! Ele conta a história de Becky, uma jornalista consumista e que vive endividada, mas que por ironia do destino, acaba conseguindo um emprego em um jornal de economia. Como jornalista, Becky dá uma aula do que fazer com o dinheiro, mas na vida real, as suas contas não param de aumentar. Fica esta dica aí para quem é meio Becky assistir ao filme!

E aí, curtiram as minhas dicas? Além destes filmes também tem Como Perder Um Homem em 10 Dias e De Repente 30, mas não falei deles por aqui, porque citei os dois em um vídeo sobre filmes para sair da bad – aliás, se você não viu, clique aqui!

Se lembrarem de mais filmes com jornalistas, me mandem, vou adorar receber dicas de vocês!

Beijos!